sexta-feira, 29 de maio de 2009

O nosso português bem "escrevido"


OBRAS É FAVOR NÃO.ESTAÇI - ONAR.EM.FERENTE.AU.PORT - A~O



COTOCO E O MAR:
Cotoco era um menino muito, muito, mas muito triste, pois não tinha os dois braços e as duas pernas. . .
Os amigos sempre tentavam levá-lo pra passear e se divertir.
Um dia o pessoal resolveu ir à praia.

- Já sei! Vamos levar o Cotoco - disse alguém. . .
- É isso! Vamos, Cotoco, nós vamos para a praia e vamos te levar conosco.
- Não, de jeito nenhum! Vocês não vão se divertir se me levarem...
- O que é isso, Cotoco! A gente reveza e cuida de você.

De tanto insistirem o Cotoco resolveu ir, e chegando lá os amigos o colocaram bem na beirada da água, no rasinho e lá ele ficou se divertindo.
Mas o pessoal se distraiu e ele foi ficando por lá...
De repente a maré começou a subir, subir e enquanto as ondas iam e vinham, ele ia afundando, afundando.
Cotoco então começou a se desesperar...

Socorro!!! Socorro!!! - gritava o Cotoco.

Foi aí que um cara que já tinha tomado todas o avistou de longe e correu para o resgate. Heróico, o bêbado pegou Cotoco nos braços e começou a nadar vigorosamente.
E o Cotoco pensou:

- Ufa! Agora estou salvo. . .

Porém o bêbado estava indo pro lado errado equando finalmente o "pé de cana" estava com água na altura do peito lançou Cotoco violentamente para o fundo da água e gritou:

- Vai, tartaruguinha. . . vai. . .

Um comentário:

  1. Cotoco: o nadador
    depois do quase fatídico acontecimento na praia,a conteceu um milagre: cotoco começou a nadar com as orelhas. Transformado em celebridade nacional,foi chamado para as Olimíadas pára-olímpicas. No grande dia, a equipe reunida em torno do atleta, um assistente coloca o homem na piscina. Cotoco afunda. Retirado às pressas e se recuperando do segundo quase-afogamento, ele suspira e pergunta: quem foi...o fdp...que colocou...essa porra de touca?

    ResponderExcluir